Notícias

18.12.2012

As quatro áreas da Sustentabilidade

Marina Silva faz palestra em Curitiba e afirma que a sustentabilidade vai além da área ambiental
 

Empresários, gestores e profissionais de diversas áreas se reuniram em Curitiba na tarde do dia 6 de dezembro para discutir ações que tornam as empresas mais sustentáveis e inovadoras. O Seminário Executivo de Sustentabilidade Empresarial foi promovido pela Paraná Metrologia e pelo Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), com o apoio da Revista Geração Sustentável, na FESP, e teve a ex-ministra e ex-senadora Marina Silva como uma das palestrantes.
Diretores e gestores de organizações como Instituto Antakarana, representante no Brasil da The Natural Step, primeira instituição do mundo dedicada à pesquisa e à assessoria desse tema, SOLBRAVO Desenvolvimento de Tecnologias Sustentáveis S/A, EMBAFORT Sistemas Construtivos, SUSTENTÁBIL Construções de Alto Desempenho Ambiental, ABRAPS (Associação Brasileira dos Profissionais de Sustentabilidade), lembraram que sempre que a palavra sustentabilidade é mencionada, todos apenas destacam ações para proteger os recursos naturais e meio ambiente. Entretanto, ser sustentável engloba todos os setores da vida ou de um negócio, como explicou Marina Silva: “Existe a sustentabilidade ambiental, que todos já conhecemos, mas também a social, que deve buscar soluções para mais igualdade de oportunidades; a cultural, que é promover a diversidade de culturas e costumes; a política, quando os cidadãos devem se envolver e parar de dizer que os problemas são do governo, quando na verdade, são nossos; a ética, ou seja, se importar com o outro, aprender a usar seus interesses pessoais de maneira colaborativa e, por fim, a estética, pois um modelo que não contempla isto não é sustentável”.
O consenso geral entre os palestrantes foi de que as empresas e pessoas precisam mudar sua postura e resignificar seus objetivos. “Devemos pensar em um capitalismo baseado em ética e propósitos, pois a sustentabilidade traz lucro, já que ajuda a reduzir desperdícios financeiros e ambientais. Para isso, é fundamental mudar hábitos, pensar coletivamente, saber que ativistas são parceiros de negócios. É importante ainda ter consciência de que as mudanças não acontecem do dia para a noite, é preciso anos para resignificar a mentalidade das pessoas”, ressaltou Cleuton Carrijo, copresidente & CEO da SUSTENTÁBIL Construções de Alto Desempenho Ambiental, primeira construtora greenbuilding de Curitiba, afirmando que a principal regra das empresas deve ser inovar. “Inovação é fundamental para o sucesso de uma instituição hoje. Vocês conhecem alguma empresa inovadora que não é lucrativa?”, acrescentou.
O evento terá a sua segunda edição programada para acontecer no segundo semestre de 2013. Novamente a estrutura do evento deverá contar com palestras de sensibilização, exemplos práticos de projetos sustentáveis e também uma palestra de uma liderança nacional em sustentabilidade.
O diretor da revista, Pedro Salanek Filho, destacou a importância na parceria com a Paraná Metrologia e afirmou a necessidade de promover eventos práticos e com conteúdo. “Quando fomos convidados pela Paraná Metrologia para participarmos da programação do evento, logo sentimos a necessidade de um evento que contemplasse indicadores e exemplos práticos de projetos bem sucedidos.”
Em 2013 a FESP, instituição que foi realizado esse evento, lançará sua primeira turma de MBA em Sustentabilidade Corporativa. O curso contempla as diversas áreas do negócio, sendo direcionado para um público-alvo de gestores que buscam aprimorar seus conhecimentos dentro de uma necessidade de contemplar fatores socioambientais em sua estratégias. Saiba mais: http://www.fesppr.br/portal/ensino/pos/mb/mba-de-gestao-em-sustentabilidade-corporativa/
 

Fonte: Geração sustentável
 

Desenvolvido por
Ubis Ideias Digitais logo
Ideias digitais